Wednesday, 22 February 2017

Trump, Suécia e os Tolos

Primeiro Ministro Sueco ridicularizou Donald Trump devido a este ter falado nos actos terroristas na Suécia...




Parece que tudo vai de vento em popa na Suécia!

Wednesday, 15 July 2015

A Grécia em 3 imagens

Atenas há umas semanas...



Atenas hoje...


Quando se acredita demasiado em Utopias dá nisto.
E depois a culpa é da Alemanha, quando o programa quem o apresentou foi a Grécia, feito por técnicos franceses, pois nem um programa os gregos eram capazes de fazer...

A Alemanha o que disse e a posição que assumiu juntamente com os Finlandeses, Polónia e os ex-países da U.R.S.S. foi que o melhor era a Grécia sair do Euro... E provavelmente era mesmo o melhor que podia acontecer à Grécia. E Tsirpas até talvez saiba isso.
Mas fica sempre melhor dizer que a "terrível" Alemanha é que deu o pontapé de saída para isso.
Não é possível querer estar no Euro e ter uma economia paralela que vale 50% do PIB da Grécia.

Entretanto o demagogo Varoufakis, aquele que dizia que se demitia se o "Sim" ganhasse e depois "demitiu-se" com a vitória do não, faz bom uso ao nome "Esquerda Caviar"

Esquerdista de convicção sem dúvida este Varoufakis....
Consta que não levou a sua humilde motorizada de 1.300c.c.

Tuesday, 7 July 2015

Avante Camarada

Acabei de ler o Programa Eleitoral do PCP para as legislativas de 2015


Ainda estou na dúvida se isto é um programa eleitoral se uma receita para o desastre.

Por um lado querem "romper com a conivência e subserviência face à União Europeia...", por outro lado querem "prioridade no acesso transparente e simples das Pequenas e Médias Empresas “aos dinheiros do Portugal 2020".
  • Ora, o que é o programa Portugal 2020!?
  • Trata-se de um acordo de parceria adoptado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reune a actuação dos 5 fundos Estruturais e de Investimento - FEDER, Fundo de Coesão, FSE, FEADER e FEAMP. No qual se definem os princípios de programação que consagram a politica de desenvolvimento económico, social e territorial para promover, em Portugal, entre 2014 e 2020.  portugal2020.pt
Ora... sem União Europeia não há programa Portugal2020.... Alguém que diga isto ao Sr.Jerónimo porque secalhar pensa que isto é algum incentivo da U.R.S.S.

Mais uma pérola:
Por um lado querem perdão de 50% da dívida. Como diz o Jerónimo a dívida como está é insustentável.
Mas por outro querem fazer um "forte investimento público na construção civil" fazendo novo Aeroporto de Lisboa, 3ª travessia sobre o tejo, TGV, renovação da rede ferroviária e rodoviária.  
Será que a dívida destes investimentos é diferente da actual e já pode ser sustentável por artes mágicas???

Os "democratas" do PCP querem romper com a União Europeia, mas depois querem ir para o Alentejo desapropriar terras que foram compradas pelos seus actuais proprietários para fazerem uma reforma agrária....
Falar nisto quando o sector agrícola português Duplicou as exportações na presente legislatura e de uma demagogia e populismo indescritível. sector agroalimentar


Ainda...
Depois de escreverem que querem sair da Europa e do Euro, prometem um salário mínimo de 600... Euros.
Depois de sairmos da Europa, da Nato e de todas as restantes medidas de aumento claro da dívida pública, depois da mais que certo desvalorização do Escudo e do aumento mais que certo da inflacção esses 600€ vão dar exactamente para quê? Comprar uma foice e um martelo???


Coitados...
Isto é um programa cheio de sonhos e utopias (e contradições também) mas impossível. Como disse num post anterior, na matemática 1+1=2 quem que faça a conta seja de direita, de esquerda, conservador ou liberal...


Austeridade



O que é?
Austeridade é um nome pomposo que foi lançado para revoltar o pessoal.
Quando um estado, uma família ou uma pessoa singular ganha persistentemente menos do que aquilo que gasta, ou tem alguém que lhe empresta para compensar a diferença ou chega a um ponto que não tem quem lhe compense essa diferença e tem de gastar menos... Portanto restabelecer o equilibrio entre aquilo que ganha com aquilo que gasta.

Ou seja, andar a apregoar que a Austeridade tem que acabar é uma Burla que andam a vender às pessoas!

Monday, 6 July 2015

O problema da Matemática

O problema da Matemática e das finanças é um e apenas um.

É o que é!  Não muda ao sabor de ideologias políticas.
1+1=2 quer quem faça a conta seja de esquerda, quer seja de direita.

Quando se ganha 5, só se pode gastar 5. Quando se gasta mais cria-se uma dívida. E quando essa dívida existe pelos vistos há quem a queira ignorar. 

As finanças públicas gregas andam ao sabor de populistas radicas que andam a vender ao povo sonhos e utopias só possíveis ficando a dever a alguém. 
Curiosamente extrema-esquerda e extrema-direita andam de mãos dadas nesta crise grega. Sinais preocupantes.


Sunday, 5 July 2015

Eu também sou Democrata.

Após a vitória do "Não" no referendo Grego toda a oposição parlamentar portuguesa, que é de facto de ideologia de esquerda, tem a mesma opinião do partido de extrema-direita de Marine LePen... Não entendo.

Todos apoiam um partido que passou a semana a vilipendiar os credores, que no fundo são quem tem sustentado a Grécia, chamando-lhes inclusivamente de terroristas, equiparando por isso, as instituições europeias ao Estado Islâmico, Al-Qaeda e demais organizações terroristas.

E depois, como se isto fosse uma coisa banal, querem voltar à mesa das negociações na Segunda-feira como se o resto da Europa tivesse disponível de perna aberta sempre que os Gregos queiram e como se o que foi dito sobre elas não tivesse significado nenhum.

Mas afinal de contas, quem deve a quem? Quem criou a dívida? Quem é que teve politicas que deixaram a Grécia numa situação de Insolvência? As instituições Europeias não foram concerteza.
Aliás, as instituições europeias não entraram na Grécia por livre e espontânea vontade, entraram porque alguém os chamou.

O povo grego está a sofrer porque tem um governo que lhes prometeu a Lua e fez promessas que simplesmente não as podia cumprir sem ajuda financeira externa. O que este governo quer, é uma revolução e retirar a Grécia do Euro, como aliás o Syriza defendeu nas eleições que precederam à sua eleição. O que o Syriza não quer é ser responsabilizado por essa saída. Por isso tem feito os possíveis para a sua expulsão do Euro para apontar o dedo da responsabilidade à Europa e não a eles.

Quem convoca um referendo com 8 dias de antecedência, sem o povo saber exactamente o que está em causa pode falar muito em democracia mas realmente não a sente.
Salazar também dizia: "Eu também sou democrata."



We Only need their Money





Não são uma colónia da Sra. Merkel. Apenas precisam do dinheiro da senhora Merkel...

Resumo da situação grega:
Quando um partido de extrema esquerda se alia a um partido de extrema direita neo-nazi, só podia dar mer.....


Sunday, 1 March 2015

Cravos Vermelhos


Cravo Vermelho ao peito
A muitos fica bem

Cravo Vermelho ao peito
A muitos fica bem
Sobretudo faz jeito
A certos filhos da Mãe
Sobretudo faz jeito
A certos filhos da Mãe
.
Não importa quem eles eram
Não importa quem eles são
Nem todo o mal que fizeram
Mas sempre a bem da Nação
Nem todo o mal que fizeram
Mas sempre a bem da Nação
.
Refrão
.
E chegado o dia novo
Chegada a bendita hora
Vestiram uma pele de povo
Ficou-lhes o rabo de fora
Vestiram uma pele de povo
Ficou-lhes o rabo de fora
.
Refrão
.
E aquele adminstrador
Promovido a democrata
Sempre exaltou o suor
Arrecandando ele a prata
Sempre exaltou o suor
Arrecandando ele a prata
Sempre exaltou o suor
Arrecadando ele a prata
.
Refrão
.

Também veio o fura greves
Lacaio dos senhores de então
Pois pode bem ser que às vezes
Se arranje um novo patrão
Pois pode bem ser que às vezes
Se arranje um novo patrão
.
Refrão
.
E os cultores da sapiência
Intelectuais de alto nível
Tranquilizando a consciência
O mais à esquerda possível
Tranquilizando a consciência
O mais à esquerda possível
.
Refrão
.
José Barata Moura

Tuesday, 24 February 2015

Digressão

Parece que o governo grego andou a fazer uma digressão para que alguém lhe emprestasse dinheiro basicamente a fundo perdido.

Vamos ver as reacções de Vladimir Putin quando ouviu tal proposta.

Começou a assobiar para o lado a fazer-se de desentendido.

Barak Obama foi mais expressivo...

Já Angela Merkel teve uma expressividade típica de qualquer alemão

Já o presso 44...


"Que fofos são os gregos..." pensou o sr. que disse que as dívidas são para gerir e não para pagar.

Criancice





Passámos mais de 3 anos a ouvir a esquerda a gritar que este governo (eleito pelos portugueses) não tem legitimidade democrática para fazer isto, nem para fazer aquilo.

Agora temos que ouvir a mesma esquerda a dizer que tem que se respeitar a opção de voto do povo grego.


Que se respeite!
Querem virar costas à Europa? Querem não pagar? Mas querem mais dinheiro nosso não querem? Ah pois querem!

A opção europeia devia ter sido mais ou menos esta.
Fazer um muro na fronteira da Grécia, espetar-lhes um embargo e dizer-lhes: A dívida está perdoada, desenrasquem-se!
Para parecerem ainda mais garotos só lhes falta umas pistolas de água na mão.
 
Grecia - Ah não queremos a Troika!
Europa- Pronto chamamos ao BCE, FMI e Comissão Europeia de instituições. Está bem assim menino grego?
Grecia - Siiiiiiim!
Europa- Proooonto. Não chora não menino grego.
Grecia - Mas eu também não gosto dos credores!!!
Europa- Oh meu menino, não te preocupes. Chamar-se-ão daqui para a frente de pareceiros.
Grecia - Siiiimm!
Grecia - Papáaaaa!!!!
Europa- Diz meu filho grego!
Grecia - Eu não quero fazer os meus trabalhos de casa e não quero fazer os deveres!
Europa- Olha, ou fazes os deveres ou o pai tira-te a mesada.
Grécia - Mas papá, eu já prometi ao meus colegas comprar umas bolas para jogarmos no recreio.
Europa- E!?
Grécia - Eles estão a contar comigo papá!!!
Europa - Deixa-te de merdas e vai fazer os deveres antes que fiques sem mesada!
Grecia - Pronto pronto meu pai, vou já fazer o TPC


Garotos pá!

Monday, 23 February 2015

Então e a Festa!? V2.0

Faltou acrescentar que foi uma festa também para o Grupo Lena.





Observador - ministerio publico investiga ex-governantes ps por suspeitas de corrupcao

Para quem não se lembra, o o parque escolar foi aquele programa que renovou luxuosamente certas escolas, onde por exemplo foram instalados candeeiros no valor de 1.700,00€ cada um Link.

E que festa não deve ter sido para tanta gente. Para os contribuintes é que não foi concerteza

Sunday, 18 January 2015

Eu não sou Charlie!

Parece que há por aí muitos Charlies, defensores acérrimos da liberdade de imprensa.




Agora é ver quantos jornalistas processou o idolo destas personagens todas que está neste momento na cadeia de Évora...

Sem dúvida... Charlies de convicção.


Agora um pouco mais a sério...
A liberdade de imprensa não pode colocar a ética de lado. As balas podem furar carne mas a escrita fura a alma... a escrita é uma arma. Em suma, é bom defender a liberdade de expresão comum para todos, assim como é igualmente bom defender a liberdade de expressão daqueles que não se identificam com a linha do Charlie Hebdo. A provocação não é uma boa prática social. Ser prudente não é prescindir da liberdade!

Monday, 1 December 2014

Eu não ando à procura de votos



Faço minhas as palávras do Dr. Paulo Rangel.

E olhando para trás ressalvo o seguinte sobre o discurso de Marinho Pinto.

Sobre a vitimização, é de uma infantilidade tal que nem me apráz dizer mais nada.

 2:26 - "Eu não ando à procura de votos."
Citando o DN"
"O antigo bastonário da Ordem dos Advogados disse ao "Jornal de Notícias" que irá abandonar Bruxelas daqui a um ano, para se candidatar à Assembleia da República em 2015. E as presidenciais também estão no horizonte. "

Usando um pequeno partido, o Movimento Partido da Terra como trampolim, foi eleito para deputado Europeu, entretanto desrespeita a escolha popular e renuncia em apenas 3 meses ao cargo de deputado europeu que os portugueses o elegeram para exercer durante 5 anos.... Sem comentários.

Entretanto avança que quer ser deputado e não afasta o cenário de Presidente da República...

Posto de lado o Movimento Partido da Terra, cria o Partido Democrárico Republicano onde expõem o salário que auferiu durante os 3 meses de deputado europeu. 40.700€
Noticia Público.

Agora fica a questão. Se é um escândalo tão grande tal salário, o que vai fazer com ele!? Lamento não ter lido que o vai doar a uma instituição de solidariedade. Espero siceramente que não tenha usado o MPT para financiar o novo partido.

Espero apenas que se for eleito o Sr. Marinho Pinto saiba que o simples facto de não concordarem com as suas opiniões, não quer dizer que o estejam a atacar. Isso parece-me o discurso do George W. Bush, que disse em tempos, que ou estavam com os Estados Unidos, ou estavam contra ele.
Discursos extremistas, cheios de paixão com o intuito de amedrontar os fracos.

 Os discursos apaixonados de Marinho Pinto levam a que as pessoas sintam medo da vida politica, das instituições etc... E não nos podemos esquecer que o medo, leva à raiva. A raiva leva ao ódio, e o ódio ao sofrimento. Espero que não seja assim que o Sr. Marinho Pinto queira reunir votos.

Dualidade de Critérios

Neste momento, a nível geral, os comentadores e jornalistas afectos ao PS ficam indignados com o acessório, que é a fuga ao segredo de justiça. 
É lamentável que não se condene a corrupção mas se condene a fuga ao segredo de justiça, que no fundo é um tema acessório.

No entanto há uns anos atrás, quando Eduardo Ferro Rodrigues era secretário geral do PS, opinião sobre o segredo de justiça era outra...

Minuto 1:57 a 2:04 


Claro que seguindo a moda de comentar o acessório em vez do essêncial, o criticável aqui é a calinada no Português. Deveria ter usado "Estou-me" em vez de "Tou-me".

Assim se fala bom Potuguês.



Wednesday, 26 November 2014

Os Condicionamentos do costume

Voltando novamente ao caso da detenção do Sr. Pinto de Sousa, Mário Soares já veio, como era expectável lançar achas para a fogueira e condicionar a justiça.

Artigo sobre comentários de Mário Soares

Resta-me recordar o respeito que o Sr. Mário Soares tem pelas autoridades...


... como se ele e talvez os seus camaradas estivessem acima da lei.



Sem comentários.


Tuesday, 25 November 2014

Então e a Festa!?




Onde é que anda agora a festa???

Por motivos de falta de pagamento a festa foi cancelada...

Monday, 24 November 2014

Por falar em abusos de poder.



A Democracia PS...
Eduardo Cabrita chama Paulo Nuncio de mentiroso e depois retira-lhe infantilmente o microfone.

Gostava de saber qual o sentido de democracia do presidente da mesa.
Lamentável.

Sunday, 16 November 2014

Como cair de Costa(s)



António Costa disse estar contra a baixa de IRC às empresas. Baixa essa assumida por António José Seguro juntamente com o actual Governo.

O mesmo António Costa quer que o Governo apoie mais os desempregados.

Esta receita é a mesma receita que levou Portugal a pedir o resgate financeiro. Asfixiar ainda mais as empresas e como acto de caridade dar uma esmola aos desempregados.
Os portugueses não precisam que lhe dê-em peixe, precisam que os ensinem a pescar.

Os Portugueses precisam de empresas capitalizadas, capazes de gerar emprego para evitar que o estado de continuar a gastar dinheiro a apoiar os desempregados. É o sector privado que tem de criar emprego! É o sectror privado que tem de produzir riqueza para pagar as contas de Portugal! É esse sector que tem de ser ajudado!

Nem é preciso ter poderes sobrenaturais para prever que depois, quando as eleições chegarem, os acusados de populismo não vão ser os homens de António Costa... ou deverei dizer antes José Sócrates!?

http://expresso.sapo.pt/antonio-costa-lanca-desafio-ao-governo=f898341
http://www.publico.pt/politica/noticia/antonio-costa-teria-optado-por-baixar-o-irs-em-contrapartida-ao-irc-1673198

Wednesday, 3 October 2012

Minúcias

Há uns tempos atrás...

PS: Não vai sair um cêntimo dos contribuintes para o BPN!
 
Hoje...
Comissão parlamentar de inquérito: Afinal o caso BPN custou 3.405.000.000€ (3405 milhões de euros, ou se preferir, 3 biliões e meio de Euros) aos contribuintes

Hoje ainda...
PS: "O PS está coeso e é hoje uma referência de estabilidade para o país, distinguindo-se da política de austeridade do Governo, que conduziu o país a desemprego e défice máximos, a uma economia estagnada e a um futuro sem esperança"


Paga Passos Coelho!!!


O PS parece sofrer de um mal recorrente dos dias de hoje... Alzheimer. Espero que os portugueses não padeçam da mesma maleita.

Friday, 28 September 2012

Bom sinal?

Gostei de ver a entrevista na Sic Noticias ao presidente da CGTP, Arménio Carlos.
Finalmente uma entrevista que decorre de forma serena, sem fait-divers e acima de tudo com propostas concretas de medidas que o actual governo pode aplicar.
Ficámos a saber que o próprio ministro da finanças ficou agradado com algumas propostas. Penso que será um bom sinal se algumas das propostas apresentadas pela CGTP forem aplicadas no futuro.

Isto é politica. Não há que ter problemas se este é de esquerda, ou se o outro é de direita. A politica desde que feita por gente séria corre bem.

Pelo contrário, o maior partido da oposição, fala muito mas propostas concretas 0.

Com este texto não estou a dizer que concordo com tudo o que esta central sindical defende, mas espero continuar a ver oposição com pés e cabeça por parte da CGTP, afinal de contas se o objectivo comum é o bem de Portugal todas as propostas sérias e fundamentadas são bem vindas!

Thursday, 27 September 2012

As Marias Ofendidas

Já nada me espanta, mas realço o facto do PS estar muito indignado devido à Ministra da Justiça ter dito, sobre o caso Mário Lino, que não poderá haver mais impunidades.
Acho espantoso que o PS peça a demissão da ministra em vez de pedir que se investigue o caso e caso haja culpas que sejam condenados a prisão. Em vez disso tenta desviar as atenções do fundamental para o acessório e fala mesmo em justicialismo protofascista ou pidesco
Mas porque razão deve ser demitida uma ministra que diz que: 
"ninguém está acima da lei" - Penso que todos concordadmos
"tudo deve ser investigado" - Penso que todos concordamos
"acabou o tempo" em que havia "impunidade" - A julgar pelo estado a que chegou este país... sim ao longo destes anos todos está de ver que houve muita impunidade

Se o PS acha que isto é uma difamação, concerteza que enfiaram o barrete e muito bem, qualquer pessoa sem nada a esconder não se ofende com tão pouco

Isto tudo porque a PJ realizou buscas às casas de Mário Lino, António Mendonça e Paulo Campos no âmbito do inquérito às ruinosas PPP que o governo socialista criou. Segundo uma noticia que já passou pelos telejornais, o estado pode ter sido lesado em valores muito perto dos 890 milhões de Euros.... Ora para se ter uma ideia de quanto isto é, o estado vai vender imóveis no estrangeiro que pode chegar a um valor de 20 milhões, os cortes ao financiamento dos partidos, proposto em conjunto por PSD e CDS pode levar a uma poupança de 23 milhões. A venda de 10 aviões F16 à Roménia pode valer 436 Milhões de Euros. Ora, com tudo isto ainda faltam cerca de 410 Milhões de Euros para tapar só este buraco.. (Imagino quantos não devem haver)

Uma coisa é certa, ninguém é culpado até ser julgado, certo.
Mas.

A confirmarem-se negócios claramente ruinosos para o estado a favor de uma qualquer empresa privada ou algum privado em particular, acho que esses politicos não devem ser apenas julgados nas urnas mas sim judicialmente.



Saturday, 22 September 2012

O Circo

Acho muito engraçada esta estupidez do Partido Socialista a fazer de conta que é um partido sério...
Exaltam-se tanto com tão pouco... Deixaram o país à beira da banca rota, mas agora acham que são eles que o podem tirar dela... 

Assinam um acordo de entendimento, e depois fazem dele tábua rasa, o populismo tem limites, enquanto houver partidos destes a minar a democracia de um país, pode-se ter a certeza que o país não vai para a frente. Reclamam do desemprego, mas quem é que os pode levar a sério!? Acham mesmo que não têm responsabilidades nesses números? 

Mas quem nos meteu no buraco? A Monarquia acabou com o assassínio do Rei, supostamente por ser um regime de muita ostentação. Veio a primeira República, governos caiem a cada 4 ou 6 meses, chama-se Salazar para tentar meter mão nas contas públicas e verdade seja dita e doa a quem doer, as contas publicas foram tratadas com rigor e disciplina. Marcelo Caetano, já veio dizer que o tempo das vacas gordas tinha acabado, entetanto veio a 3ª República, com ela os aumentos insustentados economicamente ao sector público, depois entramos na Europa, foram rios de dinheiro a entrar, muito desse dinheiro usado novamente para comprar votos à conta de medidas populistas e insustentadas,  entramos no Euro que sendo um moeda tão cara, exige um rigor absoluto nas contas públicas e quando era necessário esse rigor absoluto, Guterres saiu a dizer que estávamos num pântano. Logo aí se viu que Portugal não estava nem nunca esteve preparado para ter uma moeda mais cara que a da toda poderosa "América". Barroso confirmou o que Guterres disse e afirmou que estávamos de tanga, foi o começo da austeridade, que era necessária! Não acabou o mandato e o seu substituto cortaram-lhe as pernas antes de aprender a andar, depois veio Sócrates, fez auto-estradas, prometeu aeroportos, fez mesmo um em Beja, eram TGV's, eram pontes, eram Super-Escolas com candeeiros de mais 5.000€ nessa altura estávamos num verdadeiro mar-de-rosas, o pântano era já uma miragem... O problema é que afinal as rosas tinham espinhos e tanta megalomania e desprezo pelo dinheiro dos contribuintes deu em banca-rota. 

Este governo, de pés e mãos atados, tenta como pode, tentar cumprir os compromissos internacionais e salvar o país da banca rota... E é a este governo que eu vejo a chamarem gatunos...

Brilhante...
Quase inacreditável.


A Problemática do Trabalho

Oiço muitos papagaios a falar que é preciso criar politicas de emprego, são precisos patrões formados e atentos às novas tecnologias etc...

Ora, eu penso...


A rapidez que as novas tecnologias permitem tornam impossível a criação de emprego sustentado.
Não há consumo que dê vazão a tanta rapidez nos processos de fabrico e os processos de fabrico para serem economicamente viáveis exigem cada vez menos mão de obra.

Esta problemática conduz-nos ao ponto a que estamos hoje em dia a chegar. É preciso deixar de discutir pentelhos e passar a discutir problemas concretos. Podem fazer as manifestações que quiserem, podem berrar, podem espernear, mas a verdade é que a evolução tecnológica trás desemprego e as empresas se continuarem a querer sem competitivas num mundo cada vez mais global e exigente têm de se manter actualizadas e para pagarem o investimento em novas maquinarias, não podem continuar a manter empregos desnecessários.

Actualmente para se reduzir globalmente o desemprego só se começássemos a exportar para Marte.


Saturday, 15 September 2012

Manifestação Kamikaze

Todas as manifestações que hoje correram por Portugal, manifestações contra a Troika, vejo-as como manifestações a caminho da desgraça.

Caso o desejo destas manifestações fosse cumprido, a próxima tranche de dinheiro não vinha, os juros disparavam, Portugal entrava definitivamente em banca-rota, as exportações caiam a pique, os despedimentos do sector privado subiam a pique, o estado deixava de ter dinheiro para pagar aos funcionários público, reformados e pensionistas e então todos os manifestantes pensariam... secalhar não foi boa ideia virar as costas à troika....

A caminho da anarquia.



Friday, 14 September 2012

Teorema da histeria

Normalmente se vemos nas noticias que um terrorista se faz explodir e mata 50 pessoas no Paquistão, assumimos esse acontecimento como normal. Continuamos normalmente com as nossas vidas, mesmo que haja nesse numero, crianças, engenheiros, médicos, professores, etc...

No entanto se alguém conhecido, por muito fútil que seja, morre por alguma eventualidade, apesar do acontecimento sacrificar menos 49 vidas que o anterior, gera-se uma histeria colectiva.

De forma análoga.

Quando os governos aumentam os impostos e prejudicam quem menos tem e se deixam os grandes tubarões de fora, ninguém para além dos menos desfavorecidos se queixa.
Quando se aumentam salários ou baixam impostos para comprar votos e dessa forma se sacrifica a viabilidade de um país. É o normal, ninguém entra em pânico, tudo continua normalmente.

Por outro lado, quando se passa a taxar as mais-valias bolsistas para 26.5% , quando o Imposto de Circulação de veículos de alta cilindrada tem um aumento brutal bem como o dos iates e das casas de luxo avaliadas em mais de 1 milhão de Euros... Aí gera-se uma histeria colectiva e tenta-se derrubar o governo.

E quem é que dá corda ao povo para ele se começar a mexer?
Os grandes!
Pela primeira vez temos um governo que está a querer meter os ricos a pagar parte da crise, eles (os ricos) ficam nervosos e atacam não as medidas que os atacam directamente, mas as que atacam todos, enche-se a comunicação social com uma medida mais generalista, papagaios têm o descaramento suficiente para mentir ao povo e dizer que quem paga a crise são sempre os mais desfavorecidos, os mais desfavorecidos nem são informados do outro lado da verdade e gera-se a histeria colectiva a pedir a demissão do governo.

Há verdades que estão para além daquilo que a vista alcança.



Costumes

Estou a ver  a entrevista ao Primeiro Ministro na RTP Informação...

O grau de estupidez destes pseudo jornalistas é tal que deveriam talvez mudar o nome de "Passos Coelho A Entrevista", para "Passos Coelho a Inquisição"

Entretanto Sócrates vive vida de luxo em Paris sem rendimentos declarados para tal.

Nada de novo portanto


Thursday, 13 September 2012

Os Abutres


Oiço Manuel Alegre e vomito o almoço que comi com o oportunismo, o populismo, a demagogia desta gente.
Diz ele que retirava a confiança politica ao governo actual, mas no tempo que o mesmo sr. era deputado fazia um jogo ridículo de criticar o governo de Sócrates mas votou sempre a favor das medidas que nos fizeram quase entrar em banca rota! Votou sempre a favor das medidas do governo que tornaram inevitável a entrada da Troika em Portugal.  Responsabilidades?
Assobia para o lado?
Preso!

A liberdade não invalida a responsabilidade!

Thursday, 2 August 2012

Boas Noticias III

Mais um investimento em Portugal.



Desta feita trata-se do acordo com a Airbus Military devido a contrapartidas pela compra de aviões em 2006. 
O acordo é feito através de uma parceria entre a Airbus e a Salvador Caetano. Vai ser criada uma fábrica de equipamento aeronáutico e um centro de engenharia. Tendo em conta o historial da Salvador Caetano penso que a empresa vai saber tirar proveito desta excelente parceria e no futuro trazer novos projectos para Portugal.


Wednesday, 1 August 2012

Boas Noticias II

Não foi algo muito divulgado, mas merece ser referido.



Este governo já assinou 78 novos contratos para exploração mineira em Portugal.
Este é um dos exemplos de como reanimar a economia portuguesa. É assim que se semeiam as sementes do futuro.

A todas as criticas que o ministro da economia tem sido alvo, o ministro responde com trabalho.  
O anterior ministro da economia saiu a fazer cornos à oposição, mas ainda foi condecorado. Este bem mais discreto, não perde tempo a criar "ALL Garves" apresenta trabalho concreto, talvez por isso incomode um pouco a oposição.

Boas Noticias I

Primeira boa noticia.

"Desde 1943, estava o país em plena ditadura liderada por António Oliveira Salazar, que a economia portuguesa não regista um excedente comercial. O longo de período de 69 anos será finalmente interrompido este ano, indicou hoje o Banco de Portugal (BdP), com recurso a séries estatísticas longas coligidas pelo INE."
Noticia em Dinheirovivo



Desde 1943 que Portugal não obtia um excedente na balança comercial.
Lembro-me de nas aulas de história o meu professor falar neste "eterno" problema nacional onde o valor das importações superava sempre as exportações.

É certo que vivemos tempos difíceis, com o consumo a retrair fortemente, certamente que essa é uma das razões, mas ainda assim é de assinalar este feito histórico. 

Ainda muito trabalho há por fazer, mas sem dúvida que este é o caminho. Temos de produzir, produzir e reproduzir para mantermos a balança comercial positiva e levantar a economia. Infelizmente nada se faz com apenas um estalar de dedos.


Biblicamente Estupidos

O Pitosga anda a meio gás, mas anda.

E deixo um texto exemplar de Vasco Polido Valente publicado no jornal Público.



«Num jantar com deputados do PSD, com alguns ministros e com a presidente da Assembleia da República, Pedro Passos Coelho disse que não queria saber para nada de eleições (que se "lixem" foi a expressão). Houve logo algumas pessoas biblicamente estúpidas para interpretar a frase de uma maneira que nem a ocasião, nem o contexto permitiam. Uns concluíram que o primeiro-ministro se estava a "lixar" para a democracia. Outros –o que não passa de uma variante - que a opinião dos portugueses não lhe interessava. Quase ninguém percebeu (ou muita gente resolveu fingir que não percebia) o que Passos Coelho claramente comunicou às suas tropas. A saber: que o Governo não mexeria um dedo para ajudar o partido na série de eleições que se aproximam (Açores, câmaras, Parlamento Europeu). É preciso ter andado a dormir durante trinta anos para não perceber, apesar da crise, ou por causa disso mesmo, que as clientelas do PSD não pensam noutra coisa. Antes de Passos Coelho o PSD, longe do poder, era uma federação de câmaras, que se aliavam ou guerreavam, para fazer e desfazer as direcções nacionais. Muita gente com algum talento ou sem talento nenhum desapareceu politicamente naquele insuportável circo. E a vida do militante comum acabou por se reduzir à intriga e às clientelas com mais força ou habilidade. O primeiro-ministro veio agora dizer que esse tempo acabou e que daqui em diante subordinará o partido ao interesse nacional, como ele o entende. A este acto de inteligência e coragem o público informado respondeu com comentários rasteiros, que envergonham um morto. Para começar, como já expliquei, a história inteiramente idiota de que Passos Coelho desprezava a democracia. Segundo, o protesto hipócrita e pequeno-burguês por ele se atrever a usar, numa espécie de comício, a terrível palavra "lixem". Isto que, em formas bem mais duras, se tornou habitual na imprensa inglesa ou americana ainda ofende o ouvido de certas damas da academia e da sociedade, que por aí despejam opiniões sem sentido. Vale a pena insistir numa atitude tão ridícula? Vale porque ela mostra bem a que ponto chega a má-fé e a obnubilação da esquerda. O PS e arredores preferiam com certeza que o primeiro ministro se envolvesse nos sarilhos correntes do PSD e que, em nome deles, distorcesse a política geral do país, que eles no fundo não se importam que se lixe. E, afinal de contas, sempre iam ganhando uns lugarzitos para a malta em dificuldades. Nada de melhor ou de mais lúcido.»

http://jornal.publico.pt/noticia/27-07-2012/biblicamente-estupido-24967930.htm

Sunday, 26 February 2012

Por falar em estado nação.

Estava aqui a ouvi as conversas improváveis com Manuel Alegre e José Cid e vejo o seguinte...

José Cid critica José Sócrates, Alegre fica incomodado e diz: "O que lá vai lá vai, ele já não está cá."
É por este pensamento que estamos como estamos...

Ou seja. Sócrates não está cá, mas os problemas que criou ficaram cá todos e devia ser responsabilizado não só politicamente através do voto mas criminalmente.. Não só ele, como todos os responsáveis pelo estado a que chegámos.

Afinal de contas o estado em que as contas públicas ficaram é vergonhoso, ver membros do PS dizer que não concordam com a Troika é igualmente vergonhoso...
Não concordam!?
E concordaram com o caminho seguido que nos levou a ela!?
Haja dó...

Chegámos a um ponto que tivemos de pedir dinheiro emprestado, caso contrário entrávamos em banca rota. Eles emprestaram sobre determinadas condições... Naquela altura não tinhamos outro remédio se não aceitar essas condições.
Agora olhem... não concordam!? Abrissem antes os olhos!!!!

Tuesday, 14 February 2012

O Estado da Nação

Como jovem que sou e ao ver o estado a que chegámos, gostava de saber o porquê dos sindicatos nunca se terem indignado tanto como andam agora, quando viam ano após ano a dívida portuguesa a crescer fazendo prever o inevitável e apenas os via a pedir aumentos à função publica... Sector que quer se queira, quer não queira, ganha mais do que deve porque o país não produz riqueza necessária e suficiente para pagar os ordenados que têm sido pagos.

Quer se queira quer não, depois do 25 de Abril, a função pública teve aumentos acima do que o país cresceu. Foi um dos erros cometidos no passado e que serviu para comprar votos. Um dos erros que estamos a pagar hoje... com juros.
Acho curioso quando vejo professores universitário, médicos bem colocados a manifestarem-se quando ganham o que ganham... Penso que lhes fazia bem irem trabalhar para uma PME, sentir o mundo real. Sentir se o patrão consegue que lhe paguem a ele para ele posteriormente pagar os impostos ao estado, para o estado ter dinheiro para pagar à função pública e só depois o patrão pode pagar aos seus empregados..
Acho incrível quando vejo e oiço comentários do tipo "O sector empresarial português é incompetente" O sector empresarial português devia ser louvado face às dificuldades que tem passado.

Sobre as criticas ao governo, são normais, mas acho-as ridículas. Criticar quem lá está agora é sempre a solução mais fácil. Mas sabendo todas as asneiras que se fizeram no passado e que nos levaram a esta situação calamitosa devemos pedir responsabilidades a quem? Aos que lá estão agora? Não se resolve um problema de décadas num estalar de dedos... É utópico pensar isso.

Depois oiço dizer que todos os portugueses merecem um ordenado melhor. Concordo em absoluto... MAS...
Será que produzimos riqueza para dar esses melhores ordenados? A resposta é simples... Não!

Os sindicatos e o português comum querem os trabalhadores a ganhar mais, é um pensamento legitimo, mas lamento, o sector produtivo nacional está tão asfixiado como o trabalhador comum.
Aumentar os ordenados podia trazer dinheiro à economia, mas onde é que está o dinheiro? As empresas ditas normais (90% do sector produtivo) não o têm, se não o têm, um aumento salarial generalizado leva a uma asfixia das empresas fazendo-as fechar e criar mais desemprego. Tão simples quanto isso.

Ah mas somos dos que ganham menos na União Europeia. Pois somos, e somos também os que produzimos menos.
Ah mas trabalhamos mais horas... Isso não interessa nada. Por muito que doa é a realidade.

Um simples exemplo, somos muito bons a fazer sapatos, a Alemanha é boa a fazer carros.
Vem um carro de 35.000€ da Alemanha para Portugal. Quantas caixas de sapatos temos de exportar para equilibrar a balança comercial? Matemática da primeira classe... penso que não é preciso dizer muito mais. Se cada par de sapatos custar 50€ precisamos de fazer 700 pares de sapatos para equilibrar isto... portanto 1400 sapatos.
Se pensarmos em tudo o que Portugal tem de importar... tá visto que estamos em maus lençóis.

E agora uma pergunta para os Iluminados que nos meteram no Euro. Como é que é possível que Portugal com um sector produtivo tão fraco consiga ser competitivo quando tem uma moeda tão cara como a francesa, alemã e até mais cara que os Estados Unidos da América!? Não é possível.

Só produzindo mais para exportação e trazendo dinheiro estrangeiro para Portugal podemos ganhar ordenados melhores. Portugal nem com o triplo da produtividade consegue sair do buraco onde se enfiou. A não ser claro com austeridade.
Mas austeridade, leva a recessão, com recessão, menos produção. Com menos produção, mais austeridade... e o ciclo continua até ao colapso.

Sinceramente acho que as apostas que Portugal tem feito em iniciar diálogos com os países lusófonos, são bons indicadores de uma boa estratégia para Portugal. Portugal não tem nada para oferecer à Europa, é um país periférico dentro de uma economia onde é esmagado produtivamente por outro... Tem turismo. Mas turismo não alimenta um país. Países que vivem do turismo têm duas classes sociais. Os ricos e os pobres. Queremos isso para Portugal!? Penso que não.

O Brasil tem um mercado enorme e em expansão, podemos produzir para lá, Angola podemos ajudá-los a desenvolver o país, Moçambique de igual forma. Temos boas relações com a China, já desde os tempos dos descobrimentos, na Índia, outra potência em crescimento, Portugal teve presente em Goa, Damão e Diu... Portugal conhece o mundo, e da Europa nunca teve nada senão guerras.

Mas há um problema para nos expandir-mos para estes mercados, precisamos de uma moeda mais competitiva e que não nos asfixie. Precisamos de ter liberdade para decidir a nossa politica externa e interna.
Primeiro, precisamos de uma moeda mais baixa.
Segundo, não podemos aceitar que o presidente do parlamento europeu venha dizer que por Portugal ter conversações com Angola, o seu futuro é o declínio. Não temos que pedir licença à Europa para seguir o nosso rumo. A Europa asfixiou os nossos sectores produtivos como a agricultura, pesca e industria. Abateram-se frotas pesqueiras, porque vinha peixe da Europa, Deitou-se Leite fora para cumprir as quotas Europeias e havia leite europeu, enterrou-se fruta para cumprir as quotas europeias e vem fruta da Europa... Empobreceram-nos!!!! Deram-nos estradas!? Para quê!? Estão vazias!!! Deram-nos o tecto quando nos deviam ter dado alicerces!!
Responsáveis!? As greves gerais deviam ter sido feitas nessa altura, agora que estamos enterrados é que acordaram para a vida!? Haja dó.

E responsáveis por isto?
Infelizmente o povo como os sindicatos, como os sucessivos governos, todos têm culpa.

Em última análise o povo também é responsável. Afinal de contas todos podemos votar e como se vê pelo estado a que chegámos tem-se votado muito mal.
Quem está a ler isto e a pensar "É por isso que eu não voto" devia estar preso, ou então devia estar a ser governado por um Kadhafi ou algo semelhante.
É o desinteresse pela politica que cria os maus políticos.

Com isto lembra-me aquela frase de um "professor" à uns anos atrás...
"A má moeda tende a afastar a boa moeda" Nada mais certo.
Curioso é ver o estado em que ficou a nação depois da "boa moeda" ter governado o país.
Às vezes é preciso ver para além do óbvio.

Penso que Portugal tem futuro e um bom futuro pela frente, precisa de humildade de todos os sectores para reconhecer os erros cometidos, pois todos erraram.
Portugal precisa de olhar para o passado para compreender o presente e preparar o futuro.

Monday, 13 February 2012

Nigel Farage - Subscrevo!

Penso que merece ser visto e ouvido este vídeo!



Subscrevo inteiramente! A verdade é que está cheio de razão e as "hienas" abanavam a cabeça como se isto não fosse a realidade. É por esta politica de negação da realidade que estamos na M--- em que estamos.
Estilos de discurso à parte... Tem razão!

A negação dos dirigentes tem razão de ser... Os Euros que escapam aos cidadãos europeus, quer trabalhadores, quer empresários das pequenas e médias empresas, estão todos a ir direitinhos ao bolsos destes pseudo-políticos que nos enterram a cada dia que passa.

Tuesday, 7 February 2012

Os Piegas da Nação

Parece que anda tudo ofendido com as palavras do Primeiro Ministro,
Mas vamos lá ver...

Se não fossemos mesmo piegas, não se perdia tempo a discutir "pentelhos" em vez de se discutir os reais problemas da nação! Se não são piegas provem que não o são, não se limitem a ficar tipo Maria Madalena ofendida.

Temos de ter um país mais exigente e menos piegas sim!
Sem ordem e disciplina o país não vai para a frente. Nem o país nem cada um dos seus habitantes.

Monday, 30 January 2012

Austeridade, mas só para os outros

Cortem aos outros porque eu coitadinho tenho uma misera reforma de 1300€/mês.

Esta frase acredito que passe constantemente pela cabeça do nosso Presidente da República.
Quando o ex Primeiro Ministro José Sócrates governava Portugal, o nosso presidente tinha muito cuidado a falar para não incomodar os mercados. Pois bem, com Passos Coelho diz que não nos podemos vergar aos mercados, até tem uma certa razão quanto a isso mas não deixo de assinalar essa mudança de atitude e até de algum desconforto com as decisões deste governo. E porquê!?

Aparentemente o nosso Presidente está incomodado por lhe andarem a ir ao bolso. É que dizer que é preciso haver cortes é muito bonito, mas quando os cortes lhe chegaram ao bolso dele... Aqui Del Rei que não pode ser.

Pelos vistos em Belém quer-se a demissão do ministro das finanças... Sinceramente... fantástico
Como será possível tanta incompetência?
Porque será que Belém nunca se preocupou com a nomeação de "Pior Ministro das Finanças Europeu" atribuída a Teixeira dos Santos, ministro das finanças do governo de Sócrates!? Sinceramente, porque raio tudo fechou os olhos a isto? Os sinos tocavam que algo estava mal e fechou-se os olhos a tudo!
Porque raio temos a dívida portuguesa a crescer desde o 25 de Abril e nunca ninguém ficou incomodado? É agora que se incomoda Sr. Presidente??

O Sr. Presidente Aníbal que não se esqueça que o/os ministros que nos meteram no estado a que chegámos não foi este, o mal vem de trás, quer mandar fora este ministro porque fez com que os cortes chegassem ao bolso dele? Mas a que estado é que chegámos para termos um presidente destes?

Uma pessoa que governou Portugal durante 10 anos filiado num partido, é Presidente da República há já 6 anos e diz que não é politico... Pode ser muita coisa, mas sério.... sinceramente!? Não me parece.
16 anos de responsabilidades... e culpa agora é de quem tenta endireitar isto. Onde é que nós estamos metidos?

O problema é que neste momento a dívida cresce mas não se podem comprar votos.
Ou seja, até aqui a dívida subia mas dava-se um aumento à função pública, os sindicatos calavam-se e isto ia dando... Ia dando até um dia, e certo é que esse dia já chegou.

Então é agora que se preocupam!? Haja dó... Tudo preso!!!

Wednesday, 25 August 2010

Espiões à vista!!!

Atenção Líbano, lá para Outubro vamos mandar uns espiões aí para a vossa terra, é pá não os tratem mal que eles nem são maus rapazes... Façam uma festarola de recepção se puderem ok!?

Porreiro pá!


Noticia

Monday, 16 August 2010

Agro-pecuária vista por...

Professor Carlos Queiroz



Palavras sábias... Alguém que faça o favor de o demitir de seleccionador nacional!? Uma mente brilhante está a ser desperdiçada.






É.. já que não ganhamos no futebol, pelo menos temos um seleccionador que como ele próprio diz, "Só saio daqui morto"...
Não é por nada, mas eu começava preocupar-me com a saúde mental deste tipo...

Thursday, 11 September 2008

Regresso às aulas

Comecemos pela matemática petrolífera portuguesa.

O Petróleo já esteve nos 146 dólares/barril. Nessa altura a gasolina passou do 1.500€/Litro.
Neste preciso momento está a 99.18 dólares/barril. Meti à pouco gasolina e estava a 1.467€/Litro... se a memória não me falha...

Ora... O petróleo desceu cerca de 32% e a gasolina desceu cerca de 2.5%....

É giro não é? Nota-se que vivemos num pais justo não é?

Monday, 30 June 2008

Ataques de Marcelo

Tenho que admitir, mas desta vez o Ministro da Agricultura esteve bem na resposta ao Dr. Marcelo Rebelo de Sousa.

Aliás é engraçado ver como o Dr. Marcelo mudou o seu discurso desde que Manuela Ferreira Leite foi eleita para líder do PSD. Antigamente o seu alvo - e alvo de outros comentadores também - era o líder do PSD e seus próximos. Agora como o objectivo de derrubar essa liderânça foi conseguido, o alvo passou a ser o actual governo do Menino Dourado Pinto de Sousa. Pelo menos assim parece.

Fico à espera para ver se desta vez o Dr. amua, cancela o programa televisivo e é chamado ao Palácio de Belém, como foi noutros tempos... Em tempos que a economia dava sinais positivos mas um governo foi demitido "Pelas razões que todos conhecemos." - Palávras do Dr. Sampaio.



Friday, 27 June 2008

O Teorema da Dona Lurdes


O Pitosga adianta que após os exames nacionais deste ano, os resultados para o ano lectivo que vem, podem mesmo entrar no Guiness Book of Records como os de maior taxa de sucesso a nível mundial.

Segundo fontes adiantaram, um dos segredos do ministério para tal sucesso passa por dar as respostas às perguntas na própria folha de exame. Apesar de tudo, existe alguma preocupação no ministério pois teme-se que alguns alunos errem no preenchimento do cabeçalho, onde têm que escrever o seu nome, ano e turma. Por causa disso talvez sejam os próprios professores a preencher essa parte pelos alunos.

(Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência)

Los Baroneses

Ainda não falei sobre o congresso do PSD... não é que haja muito para dizer.

Os chamados "Barões" dizem que correu bem e que Manuela Ferreira Leite soube unir o partido. Barões falam, comunicação social diz ámen!
Curioso que um dos discursos mais aplaudidos foi de Santana Lopes, que foi derrotado nas directas, mais curioso ainda foi o nível de abstenção que houve nas directas e a na quantidade de novos eleitores que se filiaram a tempo da eleição... alguns deles a morarem sete no mesmo apartamento (Foi até noticiado nos jornais).

Depois ainda vi e ouvi António Capucho a dizer que a diferença entre PS e PSD não pode ser muita até porque são dois partidos do centro e disputam o mesmo eleitorado e a diferença reside mais no estilo.

Até tem uma certa razão, eu é que me iludi talvez!? Será mesmo assim? Será que a Social Democracia defende o que este governo anda a fazer? Eu penso que não, mas bem vistas as coisas, o Socialismo também não tem nada a ver com o que este governo com nome de socialista faz.
Eu sou sincero, esquerda ou direita, desde que quem lá esteja seja honesto podem ser bons sistemas. O centro nem é carne nem é peixe...

Mais interessante ainda é o facto de ainda não se ter visto nada desta nova liderança mas as sondagens já andam a dar o PSD a subir. Das duas uma, ou é tudo tonto ou até as sondagens são manipuladas. Depois dos mais de 70% que certas sondagens chegaram a dar a Cavaco Silva nas eleições presidenciais, já acredito em tudo. Isto porque no fim ele ganhou com salvo erro 50,4%. Uns "meros" 20% de diferença. O pior é que a hipótese do ser tudo tonto também me parece plausível, é que nesta 3ª Republica temos andado de mal a pior, curiosamente damos - o povo - o poder sempre aos mesmos e porquê!? Ninguém sabe ao certo. Talvez porque gostamos de ser enganados? Também me parece uma hipótese plausível.

Como se costuma dizer, cada povo tem o país que merece.
E por muito que me custe, Portugal não é excepção. Enquanto houver Futebol, Fátima e Fado o Tuga cala e consente.

Termino com uma excelente imagem do blog wehavekaosinthegarden.blogspot.com

Carro ou Iate!?

Ora aí está uma questão pertinente...
Com o gasóleo para os Iates a 0,80€/Litro já se tem que começar a equacionar esta hipótese.

Isto num país em que os pescadores, agricultores e camionistas lutam por preços de combustíveis mais baixos....

Mais uma a juntar às muitas vergonhas deste país à beira mar plantado
Porreiro Pá!

Monday, 16 June 2008

Deja Vu

Era uma vez os democratas,
Portugal foi governado bastante tempo debaixo de um regime ditatorial, tenebroso que não fazia eleições e não ouvia o povo.

Depois, veio o 25 de Abril de 1974 e virámos um país... Democrata.
Depois os Democratas decidiram entrar na CEE...
Depois decidiram que deveríamos mudar a moeda Escudo para a moeda Euro...
Depois os democratas decidiram que fazia falta um governo Europeu.
Pensaram então que como democratas que eram deveriam fazer um referendo sobre uma dita constituição Europeia.
Depois o povo que "É quem mais ordena" (Como dizia Zeca Afonso) disse não à Constituição.
Depois... é pá isto de ser democrata é muito complicado, vamos mas é cancelar estes referendos e assinar isto sem perguntar nada ao povo.
Mas não é que houve um país que ainda se lembrou do povo e deu-lhes a liberdade de expressar a sua opinião!?
Irlanda... esses malucos...
Ganhou o não... uns malandros estes irlandeses. Eles que não se ponham finos que ainda são invadidos pelo GeorgeW.Bush para fazer da Irlanda um país "Democrata"...
Agora os Democratas, como democratas que são, já dizem que este problema tem de ser contornado e que este resultado não impede a aplicação desta Constituição, entretanto apelidada de Tratado de Lisboa.

Conclusão:
Com democratas assim...

Já dizia Salazar "Eu também sou democrata!"

Wednesday, 20 February 2008

E o Terrorista sou Eu??

Aqui está a prova que a blogosfera até nem é assim tão má como o nosso primeiro-ministro já quis fazer crer quando surgiu o caso da sua licenciatura… ou da falta dela.
Em primeira mão, o blog Os Imortais divulgou uma declaração do terrorista Osama Bin Lada em que o tema da sua conversa é Portugal.

Aqui fica o vídeo:


Impecável!!! LoL

Cheias!? Estavam à espera de quê!?

O tempo meteorológico tem andado baralhado desde que Pinto de Sousa foi eleito.
Já nevou onde nunca tinha nevado, já ouve secas, cheias... enfim toda uma panóplia de fenómenos que podem fazer crer que até os céus já não podem com o nosso "querido" Primeiro...

Enfim...
Demita-se sr. Sócrates!!!

Como é que é possível que no dia em que há cheias calamitosas em Lisboa o Primeiro Ministro não tenha dado uma palavra sobre esse tema na entrevista que deu?
Ainda tem a lata de dizer que criou postos de emprego... Sem muitos rodeios isto só tem um nome. Aldrabão!
Quer dizer, uma empresa despede 7.747 pessoas, mas emprega 10. Depois vem aclamar que ah e tal empregou 10 pessoas e esquece-se das 7.747 que despediu. Haja vergonha!



Nilton a presidente!

Wednesday, 6 February 2008

Super Tuesday

Ou em português, Super Terça-Feira.

Até agora nada ficou decidido nesta super tuesday americana, mas parece que Hilary leva ligeira vantagem sobre Obama pelo lado dos Democratas enquanto que pelo lado dos Repúblicanos parece-me que McCain vai ser mesmo o candidato republicano.
Apenas quero expressar o meu desejo para que no final, ganhe quem ganhar estas primárias, o vencedor sejam os Democratas.

Pessoalmente penso que Marak Obama possa ser mais inovador, ou dar uma dinâmica perdida aos E.U.A. e claro, uns E.U.A. fortes é uma coisa que favorece também a economia Europeia.
Quanto à Hilary Clinton, pode ter muito boa vontade e também acredito que possa dar a dinâmica perdida dos E.U.A., mas no fundo, já lá esteve, não como presidente, mas como primeira-dama, conhece os cantos à casa, mas talvez seja um alvo mais fácil dos grandes interesses, mas isso sou eu a pensar...
Quanto aos republicanos continuam com o discurso do terrorismo e que vão apanhar Osama Bin Laden... É como bater em folhas mortas, para já porque sou extremamente séptico quanto à questão do terrorismo, do 11 de Setembro etc... Até convido verem o meu post onde mostro o filme inteiro Loose Change que questiona todo o 11 de Setembro, para que serviu, quais os interesses entre outras coisas. Só sei que cada vez me convenço mais que o 11 de Setembro foi o maior e mais trágico golpe de teatro que alguma vez se viu. Espero estar enganado, mas é a minha opinião.

Sobre os Democratas, o "ponto fraco" dos dois candidatos é que ambos provocam questões fracturantes, a Hilary porque é mulher, Obama porque é preto.
Se os E.U.A. têm uma variedade cultural enorme, não é menos verdade que grande parte dos E.U.A. são extremamente conservadores e isso pode tirar peso aos dois candidatos Democratas. Hilary por exemplo ainda é lembrada por ter perdoado Bill Clinton pelo escândalo Lewinsky, se para as grandes cidades isso pouca importância tem, em certos estados mais interiores Hilary ainda é alvo de chacota. No entanto e apesar de preferir Obama, penso que é mais fácil para os Democratas ganharem a presidência com Hilary Clinton do que com Marak Obama.

É esperar para ver, espero sinceramente é que no fim os Republicanos não ganhem. O mundo está cansado de George W. Bush, o presidente que apanhou os E.U.A. com superavit e o deixa com um déficit de quatrocentos e trinta mil milhões de dólares, com cortes em tudo e aumentos para a despesa de guerra. Entretanto os cidadãos de New Orleans ainda sofrem com os danos do furacão Katrina espelhando brutalmente em que estado está a outrora Toda Poderosa América. Dá que pensar...



Aproveitando uma frase do Jeremy Clarkson...
Como é que o presidente Bush pode dormir à noite e aumentar as despesas da guerra quando New Orleans está como está!?

E agora...
Um exemplo dos tais estados conservadores que falei. A America que pouca gente ainda pensa que há.


Sweet Home Alabama.

Tuesday, 5 February 2008

Aeroporto Jamé

Bem, um pouco atrasado a comentar a localização do novo aeroporto, mas pelo menos tive tempo para reflectir... Ou não.
Eu que julgava que morava no Oeste, mas pelo vistos agora enfiaram a Marinha Grande nas Beiras... Olhem que com a Marinha ninguém faz farinha!!!

Adiante...
Eu não vi o estudo com que o governo se baseou, mas informei-me minimamente.
Para já parece-me óbvio que em termos de ordenamento do território a localização de Alcochete (é ali no deserto abaixo do Tejo) é bastante prejudicial. Porque se os habitantes de Lisboa se queixam que na Ota ficava muito longe, o aeroporto na margem sul para grande parte do país - a zona centro - fica ainda mais longe. Vamos ficar com aeroporto acima do Douro e outros três, abaixo do Tejo (Alcochete, Beja e Faro) Sim, porque Beja vai poder receber voos civis ainda este ano.

Não quero com isto dizer que foi mal escolhida a localização, reconheço que tem espaço para expansão que nunca mais acaba, mas depois há muita opinião que me faz confusão. Do tipo, Ota tem nevoeiro, tem ventos maus etc... A base da Ota foi em tempos uma base de instrução, penso que não se fazia de uma base com condições tão más, uma base de instrução. E Alcochete estando tão perto do estuário do Tejo, tenho duvidas se não terá mais nevoeiro que a Ota.

Depois em termos de custos, o estudo do LNEC, não contabilizou a nova ponte sobre o tejo ou os custos de uma ligação ferroviária da linha do norte ao novo aeroporto, pois neste momento é impossível ir de Coimbra ou Leiria para Alcochete. Assim como também não contabilizou os custos da desminagem do terreno do Campo de Tiro de Alcochete, pois não se sabe quantas bombas lá estarão que foram largadas e não explodiram... Tudo isto são custos nada meigos que não foram tidos em conta. A ponte por exemplo, é um custo indirecto, mas no fundo se não fosse feito o aeroporto, provavelmente não seria feita, pelo menos para já. E uma ponte não se faz com meia dúzia de tostões, mas sim com bem mais que uma dúzia de milhões.
Ouvi ainda um argumento que com o novo aeroporto em Alcochete podemos ter um tráfego aéreo equivalente ao de Nova Iorque...
Tipo... Nova Iorque tem mais de 8.2 milhões de habitantes, Portugal tem cerca de 10.1 milhões.
Para que raio queremos um aeroporto que nos possa permitir um tráfego equivalente ao de Nova Iorque!? Só para Inglês ver? É que Nova Iorque nem sequer tem um aeroporto, tem três! A saber: John F. Kennedy Interational, Newark Libery International e LaGuardia.
Concerteza que que deu esse argumento estava a passar por um daqueles dias difíceis e não pensou no que disse. Mas é claro que o povo gosta de ouvir estas coisas, não têm é nexo nenhum.

Havia interesses da Ota? Concerteza que sim, assim como há interesses em Alcochete, o turismo, o investimento que se está a fazer em Tróia, onde Pinto Sousa até lá foi fazer fazer uma implosão das duas torres etc... Até o próprio aeroporto Sá Carneiro, no Porto sai beneficiado.

Uma coisa é certa, a maior falha deste novo aeroporto é não estar feito à já uns vinte anos. Se é em Alcochete que seja, ainda tenho duvidas é se será assim tão bem escolhido o local e se havia assim tão poucos interesses subterrâneos como dizem... Até porque quanto mais poderoso são os interesses, mais perigosos são e pelo vistos os interesses pró Ota não foram assim muito poderosos.


Monday, 4 February 2008

Engenharia Tuga

Já não é o primeiro post que faço com um titulo deste género, mas realmente tem de ser.

Com o novo aeroporto a ser situado na zona da margem sul, também conhecida como deserto, segundo Mário Lino. Chegou-se à conclusão que a ponte Vasco da Gama vai ser "ampliada".

Ampliada quer dizer... vão repintar as faixas de rodagem para em vez de três faixas para cada lado, passar a ter quatro faixas. Passado dessa forma cada faixa a ter 3 metros de largura em vez dos actuais 3,6 metros. Se pensarmos que esta medida afecta a segurança de quem passa na ponte, eles respondem com uma diminuição da velocidade máxima de 120Km/h para 80Km/h.

Mas que raio de onde é que saíram estes números!? As bermas, se são pequenas agora, vão deixar de existir, pois a largura de cada sentido de rodagem vai passar de 10,8 metros para 12 metros. Os ventos cruzados, comuns na Vasco da Gama, podem desviar um carro da sua trajectória, que como uma faixa mais estreita há mais probabilidades de ir parar à faixa do lado e provocar um acidente.

E depois o melhor...
Se o aumento das faixas de rodagem de 3 para 4 faz aumentar em 33% a capacidade da ponte, a redução de 120Km/h para 80km/h faz reduzir a capacidade da ponte em 50%...
Onde está o ganho desta medida!?

Aumentar os condutores infractores por ninguém ir respeitar os 80Km/h para assim ganhar mais uns trocos em multas!?

Sunday, 20 January 2008

Saúde Doente

Continuando na saúde...

Isto passou-se no Hospital Distrital de Leiria, também conhecido como Hospital de Santo André.
Doente com enfarte pulmonar esteve 6 horas à espera que fosse atendido.

É esta a saúde em Portugal.

VERGONHA!!!